quarta-feira, 25 de maio de 2011

Pensamento do dia


"A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos.

Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.

O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que nEle havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.

Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito."


2 comentários:

  1. Amigos, estou divulgando o blog de uma amiga, escritora e ótima cronista.
    Vale a pena conhecer, o endereço é:
    http://cinquentinhas.blogspot.com
    ótimo final de semana a todos,beijos

    ResponderExcluir
  2. Admiro muito o trabalho do padre Fabio e embora espirita a mais de 15 anos ,sou bastante ecumenica em analisar as coisas que me ajudam no crescimento espiritual.
    Temos aí uma prova viva da realidade em comum ,que embora todos somos seres individuais ,no fundo o coletivo supera a necessidade de nos reunir para mais fácil depois nos unificar.
    Comprovando o dito popular que UM SÓ NADA FAZ ,POIS É O CONJUNTO QUE OPERA.
    Abraços

    ResponderExcluir

"... que vosso amor cresça cada
vez mais no pleno conhecimento e
em todo o discernimento." - Paulo
(Filipenses. 1:9.)